28 abril 2017

Por que a Igreja católica batiza bebês? Talvez o pequeno Gustavo responda um pouco

Reparem na alegria no pequeno Gustavo pela mamãe dele torná-lo católico. Até bate palmas!







CATECISMO DE SÃO PIO X

518) Explicai com um exemplo como os Sacramentos são sinais sensíveis e eficazes da graça.
No Batismo, o at o de derramar a água sobre cabeça da pessoa, e as palavras: Eu te batizo, isto é, eu te lavo, em nome do Padre e do Filho e do Espírit o Sant o, são um sinal sensível do que o Batismo opera na alma; porque assim como a água lava o corpo, assim a graça, dada pelo Batismo, purifica a alma, do pecado.


538) Quais são os Sacramentos que conferem a primeira graça santificante?
Os Sacramentos que conferem a primeira graça santificante, que nos faz amigos de Deus, são dois: Batismo e Penitência.



543) Quais são os Sacramentos mais necessários para nossa salvação?
Os Sacramentos mais necessários para nossa salvação, são dois: o Batismo e a Penitência; o Batismo é necessário absolutamente para todos, e a Penitência é necessária para todos aqueles que pecaram mortalmente depois do Batismo.



Siga-nos no Facebook. Curta essa página==>>

26 abril 2017

30 pessoas ilustres do século XX que se converteram ao catolicismo




Estrelas de cinema, poetas, novelistas, músicos, filósofos, cientistas o rainhas se converteram no século passado.





A Igreja dá as boas-vindas a milhares de novos católicos na Vigília Pascal, inclusive, entre estas pessoas se pode encontrar estrelas de cinema, poetas, novelistas, músicos, filósofos, cientistas o rainhas convencidos de sua conversão.

Algumas pessoas chegam à Igreja depois de muitos anos de luta pessoal ou quiçá ao final de suas vidas. Enquanto que outros são chamados à conversão pelos exemplos de santos, sacerdotes, religiosos ou leigos que dão testemunho de Cristo.

Ao final, chegam à mesma conclusão que outro famoso converso, o Beato Cardeal John Henry Newman: “Com respeito ao cristianismo, 10.000 dificuldades não fazem duvidar”.

Estes são alguns dos conversos mais notáveis do século passado:

1. Sir Alec Guinness (1914-2000)

Ator britânico de cinema, teatro e televisão que ganhou o Oscar a “Melhor Ator” em 1957 pelo filma A ponte do rio Kwai. Seu papel mais conhecido é o de Obi-Wan Kenobi na saga original de Star Wars.

2. Scott Hahn (1957)

Teólogo bíblico, apologista e prolífico escritor e orador. Sua esposa, Kimberly, também é uma conversa.

3. Tony Blair (1953)

Líder do Partido Trabalhista britânico e primeiro ministro de 1997 a 2007, foi o primeiro ministro mais jovem desde 1812. Sua esposa, Cherie, também é católica.

4. John Wayne (1907-1979)

Ator premiado pela Academia, amado por seus papeis em westerns e películas de guerra.

5. Norma McCorvey (1947-2017)

A demandante no infame processo de 1973, Roe v. Wade, que legalizou o aborto em todo Estados Unidos, mas que posteriormente se converteu em pró-vida.

6. Gary Cooper (1901-1961)

Ator estadunidense que ganhou três prêmios da Academia, incluindo “Melhor Ator” pelo papel de Sargento York e High Noon. Teve um poderoso encentro com o Papa Pio XII em 1953 e entrou formalmente na Igreja em 1959.

7. Marshall McLuhan (1911-1980)

Professor canadense, filósofo e teórico dos meios de comunicação mais conhecido por criar as expressões “o meio é a mensagem” e “aldeia global”.

8. Thomas Merton (1915-1968)

Monge e sacerdote trapista estadunidense. Também foi poeta, ativista social e um dos mais famosos e polêmicos conversos católicos do século XX.

9. Graham Greene (1904-1991)

Escritor britânico mais conhecido nos círculos católicos por suas novelas Brighton Rock, O poder e a Glória, o coração da matéria e O final do assunto.

10. Vittorio Messori (1941)

Periodista italiano mais conhecido por suas entrevistas de larga duração “O Informe Ratzinger: Uma Entrevista Exclusiva sobre o Estado da Igreja” (1985) e “Cruzando o Umbral da Esperança pelo Papa São João Paulo II” (1994).

11. Sigrid Undset (1882-1949)

Novelista norueguês que foi premiado com o Prêmio Nobel de Literatura em 1928.

12. Santa Teresa Benedicta da Cruz (Edith Stein) (1891-1942)

Filósofa judia-alemã e monja Carmelita Descalça que morreu em Auschwitz. Foi canonizada por São João Paulo II em 1998.

13. Dietrich von Hildebrand (1889-1977)

Filósofo e teólogo alemão honrado por numerosos papas por suas imensas contribuições ao pensamento católico.

14. Cardeal Francis Arinze (1932)

Nigeriano converso que foi batizado aos 9 anos pelo Beato Cipriano Tansi. Se converteu no Bispo mais jovem do mundo à idade de 32 anos e mais tarde foi nomeado Cardeal e Prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos.

15. Cardeal Avery Dulles (1918-2008)

Jesuíta estadunidense, teólogo e Cardeal. Filho do ex Secretário de Estado John Foster Dulles.

16. Cardeal Jean-Marie Lustiger (1926-2007)

Arcebispo de Paris de 1981 a 2005, Cardeal desde 1983 e promotor do diálogo católico-judio. Converteu-se do judaísmo.

17. Louis Bouyer (1913-2004)

Teólogo francês e um dos membros fundadores da Comissão Teológica Internacional e a revisão teológica internacional Communio.

18. Francis Beckwith (1960)

Filósofo e teólogo, foi eleito presidente da Sociedade Teológica Evangélica, mas converso ao catolicismo em 2007.

19. Robert Bork (1927-2012)

Juiz e jurista conservador estadunidense mais conhecido pela viciosa luta política que bloqueou sua nomeação à Corte Suprema dos Estados Unidos em 1987. Ela e sua esposa se converteram ao catolicismo em 2003.

20. Dorothy Day (1897-1980)

Escritora, ativista social e co-fundadora do movimento de Trabalhadores católicos com Peter Maurin. Sua causa para a canonização foi aberta em Nueva York em 2000.

21. Newt Gingrich (1943)

Presidente de a Câmara de Representantes dos Estados Unidos de 1995 a 1999, assim como escritor, candidato presidencial e historiador.

22. Elisabeth Hesselblad (1870-1957)

Sueca convertida do luteranismo e fundadora das irmãs Bridgettine. Foi canonizada pelo Papa Francisco em 2015.

23. Katharine, duquesa de Kent (1933)

A esposa do príncipe Eduardo, duque de Kent (um neto do rei Jorge V e da rainha Maria e primo irmão da rainha Isabel II), o primeiro membro da família real a converter-se desde 1701.

24. Russell Kirk (1918-1994)

Teórico político estadunidense e uma das figuras mais influentes do movimento conservador estadunidense.

25. Clare Boothe Luce (1903-1987)

A primeira mulher estadunidense nomeada para um importante posto de embaixador no estrangeiro, membro da Câmara de Representantes de Estados Unidos de 1943 a 1947, escritora e dramaturga.

26. Jacques Maritain (1882-1973)

Filósofo francês, autor de mais de 60 livros e uma das figuras chave no renascimento do tomismo nos tempos modernos. Ele e sua esposa, Raïssa, se converteram ao catolicismo em 1906.

27. Patricia Neal (1926-2010)

Atriz ganhadora de prêmios da Academia por sua atuação em Hud (1963). Se converteu ao catolicismo uns meses antes de sua morte.

28. Richard John Neuhaus (1936-2009)

Antigo pastor luterano, escritor, teólogo e fundador e editor da revista First Things.

29. Adrienne von Speyr (1902-1967)

Médico suíço, escritor espiritual e místico, autor de mais de 60 livros de espiritualidade e teologia.

30. Israel Zolli (1881-1956)

Estudioso judeu italiano e rabino chefe em Roma de 1940 a 1945. Amigo do Papa Pio XII se converteu do judaísmo ao catolicismo em 1945.



De: actuall.com



Siga-nos no Facebook. Curta essa página==>>

24 abril 2017

Família de mórmons se converte graças à Virgem e à Eucaristia





DENVER, 21 Abr. 17 / 06:00 am (ACI).- Os Odulio são uma família filipina que, apesar de viver em uma cidade onde a maioria da população é mórmon, se converteram à Igreja católica graças à Virgem Maria e à Eucaristia.

A família recebeu os sacramentos de iniciação cristã (Batismo, Crisma e Eucaristia) no Sábado Santo, 15 de abril, durante a Vigília Pascal na Diocese de Salt Lake City, em Utah (Estados Unidos).

O pai, Rico Odulio, nasceu nas Filipinas em uma família católica, que alguns anos depois se converteu à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, conhecidos como mórmons.

Apesar da conversão da sua família, Rico continuou frequentando uma escola católica devido à boa qualidade na educação que esta oferecia. Segundo disse a The Intermountain Catholic, jornal da Diocese de Salt Lake City, no estado de Utah, para ele foi “muito difícil crescer em meio a duas igrejas”.

Rico conheceu a sua esposa Heidi na igreja mórmon. Durante o namoro, foram como missionários à cidade filipina de Cebu e permaneceram dois anos separados. Ao se reencontrar, casaram-se segundo o rito mórmon.

O casal teve dois filhos e desde pequenos ensinaram os hábitos de oração e de partilha na família.


Em 1998, Rico deixou os mórmons, mas manteve o hábito de ler livros sobre teologia, que se tornaram o seu apoio espiritual. Em 2001, a família se mudou para Salt Lake City e Heidi continuou frequentando a igreja mórmon com seus dois filhos.

Calcula-se que das mais de 3 milhões de pessoas que vivem no estado de Utah, cerca de 60% são mórmons.

A primeira aproximação profunda da família Odulio com a Igreja Católica foi quando Rico leu sobre a Batalha de Lepanto, ocorrida em 7 de outubro de 1571. Nesse combate naval, a frota da coalizão católica derrotou os turcos otomanos e o Papa Pio V atribuiu a vitória à intercessão da Virgem Maria, pois havia pedido aos fiéis para que rezassem o Rosário pela vitória cristã.

Até então, Rico não acreditava na Virgem e a considerava como “mais uma dessas superstições católicas”. Mas ao ler sobre este milagre, sentiu vontade de se aproximar de uma igreja e começou a ir à Missa.

Quando convidou os seus filhos Amoz e Omri para que o acompanhassem, ambos se surpreenderam. “Nunca imaginei o meu pai como um homem religioso”, disse Omri. Entretanto, quando Rico teve que voltar às Filipinas pelo trabalho, seus filhos se afastaram da Igreja.

O segundo momento que influenciou na conversão da família foi em 2014, quando Omri sofreu um acidente de carro, no qual quase morreu. Ele disse: “Pensei que nunca acordaria”.

Quando ele finalmente se recuperou, viu um vídeo no YouTube em que mostrava um guitarrista tocando na Catedral de Magdalena de Salt Lake City. Omri ficou impressionado pela beleza da igreja e pediu ao seu irmão Amoz que o levasse à Missa lá.

“Essa foi a primeira vez que atravessei as portas da catedral e a liturgia me impressionou. Desde então, fiquei atraído”, relatou Omri.

Em 2015, Rico voltou para os Estados Unidos e pediu aos seus filhos que o acompanhassem a uma procissão. Nesse dia, Omri tomou a decisão de ser batizado na Igreja Católica. Conta que decidiu graças à intercessão da Virgem Maria.

Amoz teve uma profunda conversão quando aprendeu mais acerca da história e acontecimentos da Igreja.

Depois disso, Omri e Amoz começaram a se preparar na Catedral de Magdalena para receber o Batismo.

Por sua parte, enquanto o seu esposo e filhos passavam por sua etapa de conversão, Heidi continuava com os mórmons, mas começou a ler o material que Rico lhe mandava sobre a Igreja Católica.

“Eu rezava muitíssimo, queria a unidade familiar e queria encontrar a verdade , comentou. Depois de muitas dúvidas e orações, “senti o Espírito e, depois de rezar muito, recebi as respostas”. Então, decidiu unir-se ao esposo e filhos nas aulas de formação.

Quando se aproximava o dia no qual seriam batizados, a família estava ansiosa para finalmente receber a Eucaristia.

“Estando tão perto e exposto à Eucaristia, meu desejo por ela aumentou”, expressou Omri alguns dias antes do sábado, 15 de abril.

De: acidigital.com

Siga-nos no Facebook. Curta essa página==>>

19 abril 2017

Na Sexta feira Santa passada foi celebrada uma festa protestante no Templo do Sagrado Coração de Jesus em Barcelona, Espanha


O pároco Domènec Valls Ferrer cedeu o edifício a um grupo de protestantes, que celebraram na basílica uma festa com guitarras elétricas e venda de livros de propaganda protestante durante a Sexta-feira Santa.



Domènec Valls Ferrer é o nome do pároco do Templo expiatório nacional do Tibidabo (um dos templos mais emblemáticos de Barcelona) que permitiu que um grupo de protestantes celebrasse um concerto naquela igreja nada mais e nada menos que na Sexta-feira Santa.

Tal e como informa o diário Somatemps, Valls Ferrer - quem disse querer transformar o Templo em um centro ecumênico-, cedeu o edifício a um grupo de protestantes, que celebraram na basílica uma festa com guitarras elétricas, luzes, e venda de livros de propaganda protestante.

A passada sexta feria, 14 de abril, dia da morte de nosso Senhor, os católicos que quiseram acompanhar a Jesus nesta igreja de Barcelona não puderam fazê-lo. A segir, mostramos o vídeo do ocorrido, onde poderão ver que o histórico templo parece qualquer coisa, menos o que realmente é, a casa de Deus.





De: infovaticana.com

Siga-nos no Facebook. Curta essa página==>>